Quinta-feira, 7 de Abril de 2011

O TERRORISMO DA CRISE

 

Terrorismo da crise? Devem estar a perguntar…Mas que raio? Mais uma teoria!

 

Talvez, mas deixem-me explicar essa teoria, ou melhor, o meu ponto de vista.

 

Estamos sempre a ser bombardeados pela comunicação social com noticias de ataques suicidas, bombas, assaltos, homicidios despropositados, que causam insegurança, medo e que provocam sentimentos de terror. Isso é sem duvida terrorismo, pois terrorismo não é nada mais do que o sentimento de insegurança, de medo que aconteça algo que não possamos prever. É um medo presente que nos invade e que nos consome.

 

Nos dias de hoje noto que esses medos estão mais leves, menos presentes nas nossas cabeças. Eles não desapareceram, mas são nos dias de hoje, menos importantes.

 

Esse sentimento de terror foi substituido por outro tipo de terror, o terror da crise.

 

Com a conjuntura actual, as pessoas substituiram o medo dos atentados, pelo medo da sobrevivência, pela falta de controle das suas vidas, pois não sabem como vai ser o dia seguinte. Se vamos conseguir manter o nosso emprego, se vamos conseguir comer no dia seguinte, se haverá dinheiro para honrar os compromissos que foram assumidos em tempos de despreocupação.

 

Será que vão conseguir manter o nosso emprego? Todos nós conhecemos casos de empresas estáveis que de repente faliram ou fecharam sem aviso prévio. E depois? Como vai ser? Não há oferta de empregos em numero suficiente e os que existem são escassos, oferecem ordenados humilhantes para o trabalho em causa. Têm como condição a posse de um canudo, mesmo não sendo preciso para exercer as funções. Limitam a idade do trabalhador ignorando a experiência. É a ansia de ter quadros jovens, de “qualidade” e a preço de saldo.

 

A experiência deveria ser um factor de importância ao nivel da formação académica, pois assim o tratamento seria mais justo.

 

Será que amanhã vou ter condições para criar os meus filhos, cuidar dos meus pais, cuidar de mim?

 

É uma pressão constante que causa insegurança, desorientação, preocupação e desespero. É o terrorismo da sociedade em nome da modernidade. É a crise.

 

A culpa? Essa têm muitos autores. Somos todos nós!

 

A sociedade têm culpa disto tudo. E para mudar a situação, temos de mudar a nossa maneira de ser e de estar.

Temos de não fugir ao esforço do trabalho, temos de ter auto-estima, temos de não fugir aos impostos, temos de ser honestos, temos de ser menos gananciosos, temos de ser mais humildes, temos de participar mais activamente na vida social, temos de ir às urnas participar no destino do país, temos de deixar de reclamar sobre assuntos pelos quais não fizemos nada para serem diferentes, temos de ser mais humanos, pensar um pouco mais nos outros, ser sensível aos seus problemas e não olhar para o lado pensando que o problema não é nosso. Temos de mudar mentalidades!

 

Não é fácil, mas também não é impossivel.

 

Devemos começar hoje mesmo a ser mais humanos, menos preguiçosos, menos vaidoso, mais sinceros e mais responsáveis.

 

É a única forma de combater o terrorismo. É ser solidários não só com os outros, mas com nós proprios.

 

Vamos combater o Terrorismo da crise! Vamos começar HOJE.

publicado por Paulo Batista às 11:30
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Abril 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. O TERRORISMO DA CRISE

. Mobbing no local de traba...

. Mobbing no local de traba...

. Exposição "Rostos de Moça...

. Piquenique - Convivio - p...

. "Rostos de Moçambique" de...

. Guernica de Picasso em 3D

. ACRENARMO - Associação Cu...

. Exposição de Fotografia -...

. E se Obama fosse africano...

. Os melhores Links

. Fotos de Moçambique 2007 ...

. Apelo!!! - Procuram-se pe...

. O que fazer com o Magalhã...

. Um site escolar que vale ...

. ZÉ CARIOCA NO RIO(uma rar...

. Teste a sua TENDÊNCIA POL...

. Qual a idade do seu céreb...

. Salvem a Litratura Portug...

. Netemprego – Bolsa da tre...

. Tesouros perdidos - Music...

. Batalha de Aljubarrota- 1...

. Batalha de Aljubarrota- 2...

. Desenhos animados do noss...

. Empréstimo de blogue.

. Pluri e mono emprego

. Biografia - José Afonso (...

. Museu Virtual - Aristides...

. Um Video ESPECTACULAR - "...

. Já entrou dentro do cockp...

. O futuro forum de Leiria

. Contrariar a abstenção de...

. Oportunismo na Solidaried...

. Páscoa 2008

. M23 e o novo sistema de a...

. Cobertura pode contribuir...

. Ainda existe encanto nos ...

. Falar muito e não dizer n...

. Museu do coleccionismo

. I Antologia de Poetas Lus...

. Carta aberta ao Senhor Pr...

. Turismo – Um futuro para ...

. Um dia EU IREI A MOÇAMBIQ...

. Lançamento do livro "Pala...

. Mobbing ou Assédio Psicol...

. Portugueses à imagem do v...

. Rentabilizar o Castelo de...

. “Santos da casa não fazem...

. O Sr. Pedro

. Bica de Cultura

.arquivos

. Abril 2011

. Abril 2010

. Maio 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

.tags

. cultura(16)

. curiosidades(7)

. dia-a-dia(8)

. ideias(8)

. laboral(4)

. links(15)

. livro de reclamações(8)

. moçambique(8)

. património(10)

. património moçambique(6)

. prazer da vida(7)

. recordações(12)

. sociedade(20)

. tesouros(16)

. todas as tags

.subscrever feeds