Quarta-feira, 25 de Abril de 2007

O “Carácter” das mãos:

Vamos fazer um exercício:
(Imagine-se numa galeria a ver uma exposição de fotografia exclusivamente de mãos, OK? Vamos lá então…)
 
Já alguma vez sentiu o que as mãos transmitem? Pense um pouco…. Talvez nunca tenha tido tempo e oportunidade para pensar no assunto.
 
Mãos:
 
-     Cor
·        Brancas
·        Pretas
·        Rosadas
·        Castanhas
·        Roxas
 
-     Feitios
·        Grandes
·        Pequenas
·        Esguias
·        Gordas
·        Magras
 
-     Cheiro
·        Perfumadas
·        Mal cheirosas
 
-     Vida
·        Fumadoras
·        Nervosas
·        Trabalhadoras
·        Delicadas
·        Trágicas
·        Tristes
·        Realizadas
·        Ricas
·        Pobres
·        Crentes
·        Acidentadas
·        Viciadas
·        Marginais
 
-     Beleza
·        Lindas
·        Belas
·        Rudes
·        Agrestes
·        Fofas
·        Queridas
·        Sensuais
·        Feias
·        Agressivas
·        Medonhas
 
-     Textura
·        Secas
·        Húmidas
·        Escamadas
·        Oleosas
·        Suaves
·        Rugosas
·        Sensíveis
·        Calejadas
·        Gretadas
 
-     História
·        Vividas
·        Experientes
·        Inexperientes
·        Conformadas
·        Novas
·        Velhas
·        Rebeldes
·        Modernas
·        Com Tradição
·        Abandonadas
·        Desprezadas
·        Castigadas
 
-     Marcas
·        Cortes
·        Sinais
·        Amputações
·        Cicatrizes
·        Deformações
·        Nascença
·        Manchas
·        Moda
·        Adornos
·        Dependências / Vícios
 
-     Qualidades
·        Acariciar
·        Confortar
·        Tocar
·        Sentir
·        Trabalhar
·        Elogiar
·        Excitar
·        Amparar
·        Criar
·        Comunicar
·        Cuidar
·        Reconfortar
  
-     Defeitos
·        Magoar
·        Ofender
·        Ferir
·        Bater
·        Destruir
·        Comunicar
·        Criar
·        Sentir
 
 -     Identidade
·        Pessoal e intransmissível (impressões digitais)
 
-     Inocência
·        Detentora da inocência desde a sua criação, até prova em contrário…..
 
 
-     Culpa
·        Serem escravas de um “tal” de cérebro que adultera a suas características originais.
 
 
Imaginando ou observando todas estas mãos, consegue formar opinião do carácter dos seus donos?
 
Claro que não, apenas pode supor as suas idades, vivências, as suas origens, o seu status social, a sua sorte na vida, mas nunca…nunca o seu carácter.
 
 
SÁBADO, 17 DE MARÇO DE 2007
As mãos feias
                                      
Há muito tempo atrás, existiu uma menina, muito linda, saudável e amável.
Não havia ninguém que não gostasse da menina, que tinha oito anos.  
Mas a menina ficava constrangida sempre que a viam com a sua mãe.
A mãe da menina era cheia de cicatrizes no corpo e no rosto.
Mas as mãos da senhora eram ainda mais horrorosas. Eram vermelhas, constantemente saia pus delas e ficavam em carne viva. Tinha ainda deformações horríveis. A menina detestava estar com a mãe em público. Não entendia por que razão a mãe era assim, e constrangia-se com a sua presença na escola ou em festas para as quais  era convidada.
Um dia, cansada de ser gozada pelas colegas e de ouvir comentários de pena dos professores, a menina chamou a mãe e perguntou:
 
 - Mãe, não há nada que possas fazer em relação ao teu corpo e às tuas mãos?
 
 - Não minha filha, respondeu a mãe.
 
 - Mas porquê?
 
 - Os médicos disseram que era irreversível minha filha.
 
 - Porque ficaste assim? Porque é que tu não és igual às mães das minhas colegas, que são lindas e possuem mãos mais belas ainda?
 
A mãe olhou para a filha e respondeu:
 
 - Há sete anos atrás, eu estava a tomar banho e a minha empregada deixou uma vela acesa próximo da cortina. A cortina incendiou-se devido ao contacto com a vela. Sai do banho e fiquei desesperada, pois bem perto da cortina estava o teu berço. Desesperada e vendo o fogo a alastrar, puxei a cortina com as minhas mãos, e, sem querer a cortina enrolou-se no meu corpo, com o fogo alto. A empregada trouxe um balde de água, e foi por isso que me salvei a tempo. Mas as cicatrizes tornaram-se irreversíveis. Mas não me arrependo, e a feiura das minhas mãos foi um preço pequeno a pagar pela tua vida.   
 A menina chorou e abraçou a mãe, pedindo perdão. Daquele momento em diante, nunca mais se envergonhou dela, e todos os dias repetia: obrigada.
 
Retirado de : http://blogdalipa.blogs.sapo.pt/9984.html
 
As mãos são escravas do nosso cérebro, apenas temos de recompensar essa dedicação usando-as sabiamente, com amor. E aí sim, elas serão capazes de mudar o mundo.
Agora sim, pode começar a observar as suas mãos e a tirar as suas conclusões sobre se as tem usado com sabedoria., mas lembre-se que nem tudo se vê a olho nu ou através de uma fotografia.
 
E já agora, não se vá embora sem antes lhe transmitir o meu agradecimento pela sua atenção com um aperto de mão
 
Bem-haja!
tags:
publicado por Paulo Batista às 00:16
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Abril 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. O TERRORISMO DA CRISE

. Mobbing no local de traba...

. Mobbing no local de traba...

. Exposição "Rostos de Moça...

. Piquenique - Convivio - p...

. "Rostos de Moçambique" de...

. Guernica de Picasso em 3D

. ACRENARMO - Associação Cu...

. Exposição de Fotografia -...

. E se Obama fosse africano...

. Os melhores Links

. Fotos de Moçambique 2007 ...

. Apelo!!! - Procuram-se pe...

. O que fazer com o Magalhã...

. Um site escolar que vale ...

. ZÉ CARIOCA NO RIO(uma rar...

. Teste a sua TENDÊNCIA POL...

. Qual a idade do seu céreb...

. Salvem a Litratura Portug...

. Netemprego – Bolsa da tre...

. Tesouros perdidos - Music...

. Batalha de Aljubarrota- 1...

. Batalha de Aljubarrota- 2...

. Desenhos animados do noss...

. Empréstimo de blogue.

. Pluri e mono emprego

. Biografia - José Afonso (...

. Museu Virtual - Aristides...

. Um Video ESPECTACULAR - "...

. Já entrou dentro do cockp...

. O futuro forum de Leiria

. Contrariar a abstenção de...

. Oportunismo na Solidaried...

. Páscoa 2008

. M23 e o novo sistema de a...

. Cobertura pode contribuir...

. Ainda existe encanto nos ...

. Falar muito e não dizer n...

. Museu do coleccionismo

. I Antologia de Poetas Lus...

. Carta aberta ao Senhor Pr...

. Turismo – Um futuro para ...

. Um dia EU IREI A MOÇAMBIQ...

. Lançamento do livro "Pala...

. Mobbing ou Assédio Psicol...

. Portugueses à imagem do v...

. Rentabilizar o Castelo de...

. “Santos da casa não fazem...

. O Sr. Pedro

. Bica de Cultura

.arquivos

. Abril 2011

. Abril 2010

. Maio 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

.tags

. cultura(16)

. curiosidades(7)

. dia-a-dia(8)

. ideias(8)

. laboral(4)

. links(15)

. livro de reclamações(8)

. moçambique(8)

. património(10)

. património moçambique(6)

. prazer da vida(7)

. recordações(12)

. sociedade(20)

. tesouros(16)

. todas as tags

.subscrever feeds