Quinta-feira, 26 de Abril de 2007

Infra-estruturas desportivas em Leiria

Com efeito, nunca se viu tantas pessoas a praticar exercício nas ruas como nos dias de hoje. É já habitual vê-las nas ruas a correr ou apenas a andar, o importante é participar. São grupos grandes, grupos pequenos, constituídos por amigos ou família, são pessoas de todas as classes etárias. Por gosto, por motivos de saúde, para manter o corpo em forma, para perder uns quilinhos, ou por motivos meramente sociais.
O que é certo e importante é que os há por aí e cada vez em maior número.
Também os trajectos ao longo do rio têm vindo a melhorar, possibilitando a prática do desporto.
São infra-estruturas que custam muito dinheiro, que possibilitam o aproveitamento de zonas até então esquecidas, dando um rosto de modernidade à cidade. Tudo começou com a remodelação do estádio Dr. Magalhães Pessoa para o Euro 2004, que com efeito melhorou consideravelmente não só o próprio espaço, como o das zonas limítrofes.
É um espaço majestoso, mas desaproveitado e inacabado, já lá vão uns 3 anos mais ou menos. Pois é…acontece que continua por terminar o topo do estádio, e ainda não sabemos se vai ter mais um mini centro comercial, ou algo do género. Também o próprio estádio tem inúmeras potencialidades quanto ao aproveitamento de salas que estão vazias, à espera não sei de quê…talvez das festas de casamento, ou dos aniversários de meninos ricos ou que o reino de Deus venha fazer alguma proposta de compra de instalações.
Por que carga de água é que não se aproveitam estas infra-estruturas para fomentar a prática de desportos amadores, tais como: badmington, squash, ténis de mesa, judo, karatê, capoeira (tanto na moda hoje em dia e ainda bem), ginástica, um ginásio acessível à população menos abastada, futebol de salão, jogos de mesa (sueca, damas, xadrez, king, poker, bilhar), e tantos outros que não têm instalações próprias e que são merecedoras do mesmo respeito e tratamento?
Porque não fazer do estádio de Leiria um exemplo de uma zona exclusivamente desportiva, possibilitando a toda a população, desde a mais nova à mais idosa, que frequente este espaço com um propósito saudável?
Quem conhece um pouco de Leiria, poderá comprovar que os seus habitantes estão de costas viradas para o estádio, porque este apenas serve o interesse do futebol, mais nada.
Quantas pessoas vão ver os jogos de futebol? Nem vos digo nem vos conto, seria vergonhoso avançar com um número, já para não falar que muitos desses lugares ocupados são bilhetes oferecidos para fazer número.
Às autoridades responsáveis, eu faço um apelo. Chamem as pessoas ao estádio, de maneira a que essa afluência seja voluntária e espontânea; no entanto, para isso terão que se criar condições desportivas para satisfazer a população, para que seja ela a ir ao estádio da mesma maneira que vai ao centro comercial para passear. Para que as crianças tomem o gosto pelo desporto. Para que as pessoas possam finalmente fazer as pazes e familiarizar-se com a nossa equipa de Futebol, o União Desportiva de Leiria.
Senhora Presidente da Câmara Municipal de Leiria e senhores vereadores, reflictam bem, porque se o fizerem, acredito que muitas mais valias irão ser colhidas, ao nível do bem-estar, ao nível de impacto social, ao nível político e ao nível financeiro da infra-estrutura. Vejam o exemplo do que fizeram, e muito bem, junto ao Rio Lis.
 
26-04-07
publicado por Paulo Batista às 23:27
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Abril 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. O TERRORISMO DA CRISE

. Mobbing no local de traba...

. Mobbing no local de traba...

. Exposição "Rostos de Moça...

. Piquenique - Convivio - p...

. "Rostos de Moçambique" de...

. Guernica de Picasso em 3D

. ACRENARMO - Associação Cu...

. Exposição de Fotografia -...

. E se Obama fosse africano...

. Os melhores Links

. Fotos de Moçambique 2007 ...

. Apelo!!! - Procuram-se pe...

. O que fazer com o Magalhã...

. Um site escolar que vale ...

. ZÉ CARIOCA NO RIO(uma rar...

. Teste a sua TENDÊNCIA POL...

. Qual a idade do seu céreb...

. Salvem a Litratura Portug...

. Netemprego – Bolsa da tre...

. Tesouros perdidos - Music...

. Batalha de Aljubarrota- 1...

. Batalha de Aljubarrota- 2...

. Desenhos animados do noss...

. Empréstimo de blogue.

. Pluri e mono emprego

. Biografia - José Afonso (...

. Museu Virtual - Aristides...

. Um Video ESPECTACULAR - "...

. Já entrou dentro do cockp...

. O futuro forum de Leiria

. Contrariar a abstenção de...

. Oportunismo na Solidaried...

. Páscoa 2008

. M23 e o novo sistema de a...

. Cobertura pode contribuir...

. Ainda existe encanto nos ...

. Falar muito e não dizer n...

. Museu do coleccionismo

. I Antologia de Poetas Lus...

. Carta aberta ao Senhor Pr...

. Turismo – Um futuro para ...

. Um dia EU IREI A MOÇAMBIQ...

. Lançamento do livro "Pala...

. Mobbing ou Assédio Psicol...

. Portugueses à imagem do v...

. Rentabilizar o Castelo de...

. “Santos da casa não fazem...

. O Sr. Pedro

. Bica de Cultura

.arquivos

. Abril 2011

. Abril 2010

. Maio 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

.tags

. cultura(16)

. curiosidades(7)

. dia-a-dia(8)

. ideias(8)

. laboral(4)

. links(15)

. livro de reclamações(8)

. moçambique(8)

. património(10)

. património moçambique(6)

. prazer da vida(7)

. recordações(12)

. sociedade(20)

. tesouros(16)

. todas as tags

.subscrever feeds