Domingo, 6 de Maio de 2007

As minhas duas Mães.

Mãe (Mã, Mamã, Vó e Avó).
 
São maneiras diferentes de chamar alguém que amamos e que nos criou.
Em princípio deveria estar a referir-me apenas à minha Mãe, que me carregou no ventre durante nove meses, que me amou antes de eu nascer, que teve as dores de parto, que me acolheu protegendo-me deste mundo onde cheguei vulnerável e exposto aos mais diversos perigos e ameaças, que lutou e ainda luta ferozmente contra tudo e todos os que tentaram de alguma forma adulterar para pior a minha vida e a dela
Essa mulher de armas, que está sempre alerta contra qualquer intruso, a quem a vida deformou a inocência e a vulnerabilidade, e que nem sempre é compreendida nos seus sentimentos mais profundos e pessoais, mas que mesmo assim mantém as suas forças para continuar a sua obra da qual tenho orgulho em fazer parte.
Possuidora de uma carapaça dura e cheia de cicatrizes, inviolável na sua integridade, resistente à manipulação e à voracidade da vida, mas em cujo escudo existe uma porta da qual ela me entregou uma das três chaves para sempre que necessitar poder entrar e me aninhar, protegido e acarinhado.
Mas acontece que a minha Mãe não tem a exclusividade deste sentimento de carinho materno, ele tem de ser partilhado com outra grande mulher, a minha Avó, que além de acumular todas as proezas que descrevi, em relação à sua filha/ minha Mãe, foi também ela que me criou, mimou, ralhou, cuidou, e principalmente amou.
Foi a minha Avó que, enquanto a minha Mãe se ausentava e lutava para sustentar e criar os seus filhos, nos educou de maneira irrepreensível, possuidora de um mestrado no que diz respeito ao amor por nós.
Como tal, não posso deixar de homenagear estas duas mulheres de igual modo, que tiveram e ainda têm uma importância tal na minha vida que nunca poderei agradecer e recompensar em igual proporção
Posso sim, continuar a retribuir com o afecto, com o respeito e admiração que elas, as minhas Mães, merecem, INCONDICIONALMENTE.
 
06-05-2007
tags:
publicado por Paulo Batista às 11:34
link do post | comentar | favorito
|
3 comentários:
De Ana a 6 de Maio de 2007 às 16:56
Uma linda homenagem que prestas a essas duas GRANDES MULHERES que nos criaram, que nos tornaram os homens e mulheres que somos hoje!
Não tenho palavras para acrescentar depois das que disseste, apenas lágrimas de orgulho por ser filha e neta dessas duas grandes mulheres e irmã de um homem grande e nobre como tu!
Amo-vos muito!

Ni
De Teresa a 7 de Maio de 2007 às 11:10
Para além do amor, respeito e orgulho que aprendi a ter em relação às tuas Mães desde que tive o previlégio de as conhecer, sinto um amor, respeito e orgulho cada vez maior por ti, pois sei a preocupação que sempre tiveste pelo bem estar das tuas queridas, porque és realmente um filho muito especial. e não só!!!
Sei também que esses valores estão a ser transmitidos às nossas duas rosinhas.

Beijos
De Mãmã a 4 de Junho de 2007 às 19:08
Raízes

A casa vazia
Os risos das crianças
Hoje adultos
Há muito se foram
E o silêncio voltou
Pesado e sentimental
Memórias...

Crianças de outrora
Voltam sempre
Ao cantinho do passado
E comemoram
E comungam na essência
O cheiro real das raízes

01/06/2007

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Abril 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. O TERRORISMO DA CRISE

. Mobbing no local de traba...

. Mobbing no local de traba...

. Exposição "Rostos de Moça...

. Piquenique - Convivio - p...

. "Rostos de Moçambique" de...

. Guernica de Picasso em 3D

. ACRENARMO - Associação Cu...

. Exposição de Fotografia -...

. E se Obama fosse africano...

. Os melhores Links

. Fotos de Moçambique 2007 ...

. Apelo!!! - Procuram-se pe...

. O que fazer com o Magalhã...

. Um site escolar que vale ...

. ZÉ CARIOCA NO RIO(uma rar...

. Teste a sua TENDÊNCIA POL...

. Qual a idade do seu céreb...

. Salvem a Litratura Portug...

. Netemprego – Bolsa da tre...

. Tesouros perdidos - Music...

. Batalha de Aljubarrota- 1...

. Batalha de Aljubarrota- 2...

. Desenhos animados do noss...

. Empréstimo de blogue.

. Pluri e mono emprego

. Biografia - José Afonso (...

. Museu Virtual - Aristides...

. Um Video ESPECTACULAR - "...

. Já entrou dentro do cockp...

. O futuro forum de Leiria

. Contrariar a abstenção de...

. Oportunismo na Solidaried...

. Páscoa 2008

. M23 e o novo sistema de a...

. Cobertura pode contribuir...

. Ainda existe encanto nos ...

. Falar muito e não dizer n...

. Museu do coleccionismo

. I Antologia de Poetas Lus...

. Carta aberta ao Senhor Pr...

. Turismo – Um futuro para ...

. Um dia EU IREI A MOÇAMBIQ...

. Lançamento do livro "Pala...

. Mobbing ou Assédio Psicol...

. Portugueses à imagem do v...

. Rentabilizar o Castelo de...

. “Santos da casa não fazem...

. O Sr. Pedro

. Bica de Cultura

.arquivos

. Abril 2011

. Abril 2010

. Maio 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

.tags

. cultura(16)

. curiosidades(7)

. dia-a-dia(8)

. ideias(8)

. laboral(4)

. links(15)

. livro de reclamações(8)

. moçambique(8)

. património(10)

. património moçambique(6)

. prazer da vida(7)

. recordações(12)

. sociedade(20)

. tesouros(16)

. todas as tags

.subscrever feeds