Domingo, 22 de Julho de 2007

“Santos da casa não fazem milagres”

É um ditado popular que, tal como é sua função, se encaixa em muitas situações mas, felizmente, não em todas.

 

Este ditado pretende mostrar-nos que por vezes ter os amigos e/ou familiares nem sempre resolve problemas que surjam, nem mesmo quando pedimos ajuda e auxílio.

 

E por que razão? Será porque exageramos? Porque nos pomos à sombra da bananeira? Porque não somos levados a sério ou não nos levamos a sério? Porque não se querem comprometer na eventualidade de um resultado menos bom ou pelo menos não arriscam correr esse risco? Ou porque na realidade a palavra família/amizade não tem o significado que esperamos que tenha ou que deveria ter?

 

Eu sei, eu sei, tudo depende do que estamos a falar….e eu estou a ser muito vago.

 

É propositado. é que não é a ajuda em concreto que pedimos que quero realçar, mas sim a disponibilidade e vontade de quem pode ou deve ajudar os outros.

 

Se alguém chegado necessitar de ajuda ou se manifestar abertura para receber essa ajuda, eu não concebo outra atitude possível, senão a de pensar incansavelmente em equacionar uma solução para minimizar ou resolver uma dificuldade. Mesmo que tal solução seja difícil de resolver, é de tentar e mostrar que estamos a tentar ajudar, pois essa tentativa transmite força anímica que derrota o cansaço e a frustração que consome a pessoa visada.

 

Esta é a disponibilidade a que me refiro. E é a indiferença e falta de interesse muitas vezes existente que critico, que nos destrói por dentro, que nos faz questionar a importância que temos para os outros, que nos afasta, que nos torna mais azedos e mais arrogantes, que nos transforma e nos molda a personalidade.

 

A maneira que temos para dar a volta a essa situação é a de conseguir vitórias, a de alcançar objectivos, a de provar e mostrar que conseguimos chegar lá sem a ajuda de quem poderia e não se rala. E essa indiferença sentida transforma-se em orgulho próprio à custa de muita decepção, sofrimento, luta, suor e dor.

 

Valerá a pena pensar de outra forma?

Ou continuar com a máxima: “Orgulhosamente sós” ?

publicado por Paulo Batista às 22:29
link do post | comentar | favorito
|
4 comentários:
De teresa a 27 de Julho de 2007 às 12:46
Devemos sempre tentar... supostamente deveríamos andar por cá para nos ajudarmos uns aos outros, não é?

Mas não te preocupes por infelizmente nem todos pensarem e agirem como tu.

Orgulha-te sim de tudo o que conquistaste na tua vida, desde tão cedo, sempre e só à custa do teu valor e da tua perseverança.

És muito especial!

A tua rosa maior
De Bianca a 31 de Outubro de 2010 às 17:41
uma coisa é verdade, na hora da necessidade, descobrimos quem são nossos verdadeiros amigos...

De Paulo a 6 de Outubro de 2011 às 08:35
A Generosidade vem dos genes (meu caso) ou de ser Leão (meu caso).
De Paulo a 6 de Outubro de 2011 às 08:48
Gostei muito da explicação do ditado, que conhecia há muitos anos! Vou enviar o link a uma sobrinha que sofre por ser ignorada por um outro tio (com muitas possibilidades) que poderia apoiá-la, como sempre fez à irmã.

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Abril 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. O TERRORISMO DA CRISE

. Mobbing no local de traba...

. Mobbing no local de traba...

. Exposição "Rostos de Moça...

. Piquenique - Convivio - p...

. "Rostos de Moçambique" de...

. Guernica de Picasso em 3D

. ACRENARMO - Associação Cu...

. Exposição de Fotografia -...

. E se Obama fosse africano...

. Os melhores Links

. Fotos de Moçambique 2007 ...

. Apelo!!! - Procuram-se pe...

. O que fazer com o Magalhã...

. Um site escolar que vale ...

. ZÉ CARIOCA NO RIO(uma rar...

. Teste a sua TENDÊNCIA POL...

. Qual a idade do seu céreb...

. Salvem a Litratura Portug...

. Netemprego – Bolsa da tre...

. Tesouros perdidos - Music...

. Batalha de Aljubarrota- 1...

. Batalha de Aljubarrota- 2...

. Desenhos animados do noss...

. Empréstimo de blogue.

. Pluri e mono emprego

. Biografia - José Afonso (...

. Museu Virtual - Aristides...

. Um Video ESPECTACULAR - "...

. Já entrou dentro do cockp...

. O futuro forum de Leiria

. Contrariar a abstenção de...

. Oportunismo na Solidaried...

. Páscoa 2008

. M23 e o novo sistema de a...

. Cobertura pode contribuir...

. Ainda existe encanto nos ...

. Falar muito e não dizer n...

. Museu do coleccionismo

. I Antologia de Poetas Lus...

. Carta aberta ao Senhor Pr...

. Turismo – Um futuro para ...

. Um dia EU IREI A MOÇAMBIQ...

. Lançamento do livro "Pala...

. Mobbing ou Assédio Psicol...

. Portugueses à imagem do v...

. Rentabilizar o Castelo de...

. “Santos da casa não fazem...

. O Sr. Pedro

. Bica de Cultura

.arquivos

. Abril 2011

. Abril 2010

. Maio 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

.tags

. cultura(16)

. curiosidades(7)

. dia-a-dia(8)

. ideias(8)

. laboral(4)

. links(15)

. livro de reclamações(8)

. moçambique(8)

. património(10)

. património moçambique(6)

. prazer da vida(7)

. recordações(12)

. sociedade(20)

. tesouros(16)

. todas as tags

.Tráfego

.subscrever feeds